sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

EWDWARD NA 2ª GUERRA---PARTE FINAL

_ 3 semanas e 4 batalhas depois meu quebra-cabeças estava completo_ Edward completou triunfante._Ele foi me contando de sua infância, adolescência, como entrou com louvor no exército com seu pequeno dom. Conforme ele ia falando eu captava o pequeno filme formado em sua mente e com isso ia pescando detalhes sutis que faziam as peças irem se encaixando perfeitamente. Tom tinha um dom natural isso era evidente. Um dos poucos seres humanos com uma capacidade tão apurada quanto as nossas._Edward parou brevemente,pensativo_Se ele fosse um de nós seria incrivel o quanto ele poderia ver, o equivalente a microscópios ou telescopios. Bom, depois do 'mistério' resolvido tudo ficou muito monótono e então resolvi sair de cena_ ele me lançou um sorriso maroto_ de um modo um pouquinho teatral!
Sai de meus desvaneios e ergui os olhos novamente para ele um pouco descrente
_ Teatral como?_ Perguntei em um tom com uma pitada de ironia.
Edward quase corou, se isso era possivel:
_ Digamos que eu deixei um italiano me matar com um tiro no peito...
_ Espera um minuto! VOCÊ LEVOU UM TIRO?_ minha voz saiu falhada diante essa insanidade dele.
Ele me olhou incrédulo:
_Bella eu não me machuco_ arrematou num tom sarcástico_ Levei o tiro e me fingi de morto.Foi bem fácil já que sou quase isso_ gargalhou baixinho_ Quando me colocaram junto aos abatidos esperei a noite cair e fui embora. Cheguei em casa dois dias depois ainda de farda. A guardei por alguns anos, mas depois a doei pra um colecionador._ terminou ele
Por essa eu não esperava um tiro e um pequeno teatro. Edward era criativo.
_Você deve ficar bem de farda_ Ou com qualquer tipo de roupa acrescentei mentalmente, grata por ele não saber o que eu pensava
_Eu acho que tenho uma foto em um de meus diários. Gostaria de ver?
_Uau! Seria fantástico! Pode ser depois da aula??_ Ansiedade me invadiu de repente
Ele sorriu satisfeito
_O que você acha de irmos agora? Já perdemos o inicio da aula de biologia mesmo...
Olhei ao redor. Refeitório vazio. Como era possivel eu não ter percebido nenhum dos dois sinais? Edward conseguia me tirar do mundo real tão facilmente...
_Acho uma excelente ideia.
Abri um sorriso de orelha a orelha. Isso o fez feliz.
Ele se levantou e me pegou pela mão:
_Senhorita Swan vamos a minha humilde residencia então_ Sussurrou na minha orelha enquanto me tirava da cadeira.
Saimos do refeitório de mãos dadas rumo ao Volvo para continuarmos a tarde recheada de histórias mas a sós ;D



Fim da histórinha...espero que vocês tenham gostado...nao sou uma escritora mas coloquei toda minha imaginação e amor pela saga nessa fan fic ^^ ...ateh semana que vem com post natalino =D...beijos
Bruna lol

2 comentários:

Bárbaraa . disse...

adoreeei Tata, ficou muito bom, mesmo. e a foto do final... aaaah (suspirosss) hehe. Parabéns pela historia, ficou ótima.

Bruna lol disse...

Obrigada por ler e comentar oq achou babi ^^
Fico mto feliz por vc ter gostado =D