terça-feira, 3 de novembro de 2009

Poemaa \o

    Memória

    Amar o perdido
    deixa confundido
    este coração.

    Nada pode o olvido
    contra o sem sentido
    apelo do Não.

    As coisas tangíveis
    tornam-se insensíveis
    à palma da mão

    Mas as coisas findas
    muito mais que lindas,
    essas ficarão.

    Carlos Drummond de Andrade

Um comentário:

Bruh disse...

GENTEEE...Q POEMA LEGAL...MTOOO BOM...ESCOLHA PERFEITA OTÁVIO...CURTO MAS PROFUNDOOO HEHE
BEIJINHO